Gritos de Guerra

November 13, 2016

 

 

 

 

 


 

Texto: Denio Maués
Direção: Kiko Rieser

Elenco: César Figueiredo e Cristina Cavalcanti

dramamix

19:30 DramamixSp Escola de Teatro | 13/11/16 | 19h30

 

Dois personagens no palco, copos na mão, a mulher com anéis no dedo, pele ao redor do pescoço e uma peruca bem mal colocada na cabeça. Whisky a bebida!

O homem, com óculos, típico de intelectual que escreve seu livro, a história se desenrola em torno desse livro, de festas e viagens puxando todo um contexto da classe social que não se envolve com os conflitos que estão por acontecer.

Dito dessa forma, a dona do castelo pode se transformar a qualquer momento em vítima ou ser protegida pelo protagonista, em uma manifestação que está em vias de bater a porta dessa camada social.

Que importância tem os conflitos sociais até que ponto nos envolvemos ou entendemos quando eles batem a porta. Existe um fator psicológico que se coloca. Onde e quando as coisas saem do controle?

O intelectual como forma de proteção se compreende como alguém que está próximo do cacique, do conflito mais primitivo por assim se dizer, por não se encaixar na sociedade mas, não pretende retornar a ela se não for para confeccionar armas.

De que lado estamos?

 

Please reload